ARTIGOS

26 de julho, 2016

SAÚDE

Estudo de Harvard diz que Yoga e meditação reduzem gastos com saúde


Um estudo feito pelo Institute for Technology Assessment (ITA) e pelo Benson-Henry Institute (BHI) do Hospital Geral de Massachusetts, afiliado a Harvard, revelou que evocar um estado de relaxamento ou de profundo descanso ajuda a aliviar o estresse e a ansiedade, ao mesmo tempo em que afeta os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea.

“As primeiras descobertas do nosso estudo são que, quando treinamos os pacientes a acionarem um estado de relaxamento (especificamente os pacientes ensinados no BHI), eles também reduzem drasticamente sua utilização dos programas de saúde”, afirmou James E. Stahl, do Hospital Geral de Massachusetts.

“Estes programas promovem bem-estar e, em ambientes de recursos limitados, podem, a custos mínimos e sem risco, reduzir o peso sobre o sistema de saúde”, completou.

Fazendo uma uma analise comparativa entre as informação disponíveis sobre os paciente do Research Patient Data Registry e os indivíduos que participaram do Programa de Resiliência e Resposta de Relaxamento do BHI de 2006 a 2014, pesquisadores concluíram que os praticantes de Yoga/meditação/reza gastam substancialmente menos dinheiro em cuidados com a saúde se comparados aos não-praticantes.

O estudo também descobriu que os praticantes se beneficiam primeiramente nos níveis neurológicos, cardiovascular, musculoesquelético e gastrointestinal.

Tradução: Nowmastê

Texto original: The News Minute